//Airbus, Rolls-Royce e Siemens juntam-se para criar avião eléctrico híbrido
Airbus Rolls-Royce Siemens avião híbrido

Airbus, Rolls-Royce e Siemens juntam-se para criar avião eléctrico híbrido

Os aviões puramente elétricos ainda estão na sua infância em termos de desenvolvimento. E quanto aos aviões híbridos? Estão mais perto do que o que se pensava. A Airbus, a Rolls-Royce e a Siemens associaram-se na produção de um protótipo de aeronave elétrica híbrida, o E-Fan X, que irá provar que a mistura de motores convencionais e elétricos funciona. O demonstrador modificará um BAe 146, substituindo um dos seus motores de turbina a gás por um motor elétrico de 2MW, e se tudo correr bem, contará com uma segunda unidade. Atualmente, está planeado para começar a voar em 2020.

O trio espera que o E-Fan X ajude no rápido desenvolvimentos de um avião híbrido e capaz de entrar na aviação comercial. Poderá demorar até podermos voar a bordo de um jato híbrido, mas estamos a falar na possibilidade de mudança para aeronaves que consomem muito menos combustível. E isso é útil não apenas para reduzir não apenas as emissões, mas também os custos de funcionamento. As operadoras podem ter interesse em adotar esses veículos simplesmente porque poderiam o problema de fundo – ajudar o meio ambiente.